4 passos que te ajudarão a ter uma grande ideia


A gente sabe: ter ideias criativas para uma campanha demanda mais que inspiração, mas transpiração também! E nós achamos um conteúdo super bacana do Plugcitários que dá dicas simples de como ter e desenvolver boas ideias. Confira:

Ao receber um briefing, é necessário lê-lo e examiná-lo em seus mínimos detalhes. Cogitar possibilidades, conjeturar possibilidades e possíveis erros que podem ser cometidos. Mas para isso, precisamos antes ter no papel várias ideias que podem vir a serem usadas em uma campanha. Como então podemos chegar nessa lista de ideias?

Roberto Menna Barreto, em seu livro, “Criatividade em Propaganda”, aponta quatro passos aparentemente simples, mas que te ajudarão a ter uma grande ideia. Então vamos lá:

1º passo: Preparação

Você deve, como descrito acima, ler o briefing e debruçar-se sobre o problema de maneira exaustiva. Entender dos problemas do produto, verificar acertos e erros que podem estar sendo cometidos pela marca. Visitar a concorrência, aprender não somente com os erros e acertos da marca que solicitou seus serviços, mas os erros e acertos da concorrência também.

2º passo: Incubação

Depois de ter trabalhando exaustivamente sobre o briefing e de ter coletado todo  tipo de informação que pode te ajudar no desenvolvimento de uma campanha, você deve descansar. Tirar um tempo para si: ir ao cinema, jogar golfe, escalar uma montanha, andar de asa delta, pular de paraquedas, ler um livro, ouvir uma música diferente ou uma que você goste, ler jornais, revistas e blogs independentes. Enfim, relaxe. Aproveite esse momento. Muitas pessoas têm uma ideia em uma hora de total descontração, um encontro de família ou amigos enquanto são comentadas banalidades do dia a dia.

3º passo: Iluminação

Como dito acima, você, após se desligar do problema, inevitavelmente terá uma ideia. Mas acredite, você terá mais de uma ideia. Importante você levar sempre consigo papel e caneta. Pois você não sabe o momento que sua iluminação irá chegar. Pode ser até no banheiro. Portanto, não confie somente em sua memória.

4º passo: Verificação

Nesse último passo, você irá adequar sua ideia ao planejamento e às necessidades de seu cliente. E obviamente verificará a possibilidade de ser usada uma ideia ao invés de outra.


Seguindo esses quatro passos simples à primeira vista, embora bem definidos, você conseguirá criar possibilidades. A divisão em passos serve para não cairmos no erro de priorizar apenas uma etapa, como a Incubação. Afinal, se fizermos somente aquilo que gostamos, e não tivermos certa disciplina como no caso da Preparação, nenhum trabalho coerente sairá. Agora que você já tem as dicas, mãos à obra!

Imagem: In 10

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

14 GIFs para inspirar a criatividade

Storyboard: por que ele é importante para a sua estratégia de Marketing Digital?

As tendências das redes sociais para 2018