Dicas para desenvolver um storytelling


Promover a sua marca, estreitar o relacionamento com o público, vender seu produto/serviço de forma não invasiva, compartilhar ideias e conhecimento "apenas" contando uma boa história. Essas são algumas das premissas da técnica conhecida como "Storytelling", muito utilizada no marketing e na publicidade. Mas para que isso dê certo, é preciso conseguir prender a atenção do público em meio a tanta informação que ele recebe diariamente. Não é tarefa simples e rápida, mas com algumas dicas o processo pode ser mais fácil. 

1. Briefing: informações chave
Todo job começa com um bom briefing, que nada mais é do que coletar e unir todas as informações de forma objetiva e que ajude no desenvolvimento do projeto. Alguns pontos importantes para o storytelling são: qual mensagem você quer transmitir? Qual o objetivo? Será ficção ou documentário? Quando será veiculado e em qual plataforma? Estas e outras questões poderão ser respondidas a partir do briefing.

Uma dica a mais: uma característica do storytelling é que ele sempre conta uma história real ou passa uma verdade que a marca acredita, então fique atento a isso. Também preste atenção ao contexto: você pode associar a algum momento ou data importante, por exemplo: Dia dos Pais, Olimpíadas, Dia dos Namorados, Natal etc.

2. Como é que vou falar?
Tom inspiracional, humorístico ou dramático? Definir a linguagem é um processo importante e tem de estar de acordo com a voz da marca e persona. Conheça a fundo a empresa/serviço e seu público: se é jovem e descontraído, idoso moderno, maioria mulher empreendedora, enfim. Entendendo isso e dominando a linguagem escolhida, o desenrolar da história fica mais fácil.

3. Qual o desafio do seu personagem?
Já reparou que todo personagem tem um desafio/problema a ser solucionado? Isso faz com que o público torça por ele, sinta empatia e uma mistura de emoções: raiva, alegria, medo, esperança, tristeza... Se a história não causar impacto nenhum no público nesse sentido, volte duas casas, ou melhor, ao Briefing.

4. Hora de deixar a caneta rolar
Depois de diversas pesquisas e coleta de informações, hora de escrever todas as possibilidades de uma boa história. Não espere pela ideia perfeita logo no início, não deixe que o editor dentro de você critique suas ideias antes mesmo de tê-las. Rabisque várias sinopses e, depois, filtre e selecione a mais interessante para desenvolver o roteiro.

Se inspire!
Para entender melhor um storytelling e para ajudar na inspiração, selecionamos alguns vídeos que gostamos e acreditamos que trabalham muito bem essa técnica. Atente aos tópicos que abordamos aqui, como a linguagem, a verdade que o vídeo transmite, o personagem e seu desafio, a emoção etc.

Despedida da Kombi




Johnnie Walker - O Homem Que Andou ao Redor do Mundo




Volvo - Moments




GOL - Dia das Mães




HP - Magic Words Documentário




Chipotle - A Love Story

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os desafios do marketing e da comunicação no agronegócio

10 termos do Marketing Digital para conhecer

4 erros comuns no E-mail Marketing para evitar